Veeam VMCE – Experiência com Exame e Dicas

Olá, pessoal!

Há poucas semanas finalmente fui aprovado no primeiro nível de certificação da Veeam, o VMCEv9 – Veeam Certified Enginner. Como o curso é obrigatório e falhei uma vez na prova, resolvi escrever esse post sobre o processo, minha experiência com o exame e algumas dicas para quem tem interesse em fazer essa certificação.

Curso

Assim como a VMware e alguns outros players, o curso é obrigatório para tirar a certificação. O objetivo disso é sempre garantir que a pessoa certificada realmente conhece a ferramenta, evitando os dumpers de plantão, acostumados a apenas decorar as perguntas e passar na prova sem conhecer o produto. Em Dezembro de 2018 consegui vaga no curso em São Paulo na Westcom onde consegui com o melhor valor, em geral o preço do curso varia entre 1.000 e 1.200 doláres. O curso são três dias
e cobre toda a suíte da Veeam que é cobrado no exame, ou seja, espere um curso bem corrido. Apesar de muito conteúdo é bem detalhado e explica o suficiente para passar no exame. A apostila cobre TODOS os pontos do exame, você não será cobrado por qualquer informação fora do escopo do curso e da apostila.

Exame

Após completar o curso agendei minha prova para duas semanas depois, acreditando que com o conhecimento que eu já tinha e estudado durante essas duas semanas seria o suficiente para passar na prova, mas não foi bem assim. O exame cobra pontos bem específicos da ferramenta e você precisa conhecer tudo muito bem. Acabei sendo reprovado porque não conhecia a fundo certos produtos como o Veeam Cloud Connect e não me aprofundei no SureBackup e SureReplica, que foi muito cobrado no exame. Com a falha resolvi marcar minha prova só para Maio, após ter estudado por três meses todos os pontos que não conhecia tão bem. Acabei sendo aprovado na segunda tentativa e, novamente, me foi cobrado um conhecimento amplo do Veeam Cloud Connect, do SureBackup e SureReplica, além de Failover Plans. Claro que você tem que saber de cabeça como funciona os tipos de backups, porque sempre terá questões com um cenário X onde é gerado X backups e após uma semana a retenção apaga X arquivos e pede para falar qual tipo de backup está sendo utilizado.

A prova são 50 questões com múltipla escolha (geralmente 4 ou 5 alternativas) e algumas poucas questões de drop-down, onde você coloca em ordem certas opções. Para ser aprovado e necessário obter pelo menos 70% de acerto, mas não é divulgado o peso das questões, então a quantidade de acertos pode variar bastante. O resultado é emitido na hora onde é mostrado o resultado a percentagem de acerto em cada seção do exame.

Minha recomendação é estudar muito as opções avançadas do Veeam: SureBackup/SureReplica, Veeam Cloud Connect, Veeam One e Failover Plans, porque com certeza isso será cobrado e fundamental na sua aprovação. Além disso, ABUSE da documentação tão rica da Veeam que está disponível AQUI. Se quiser se aprofundar mais ainda, existe uma guia de melhores práticas excelente AQUI. Também fique atento a novas funções que são disponibilizadas com os upadtes porque a prova é constantemente atualizada.

Importante: Se você ainda não fez o curso, recomendo aguardar o lançamento da versão 10 do Veeam porque a certificação e o curso devem mudar. Então se você se certificar na v9 provavelmente terá que atualizar sua certificação, que é o meu caso, mas já havia feito o curso e não tinha outra opção.

Como sempre, estou disponível para tirar qualquer dúvida sobre o exame e minha experiência. É só me chamar pelos meus contatos.

Até breve!