Dicas para Troubleshooting

 

Olá, pessoal!

 

Todos os dias nos grupos do Telegram sobre discussões técnicas (http://listatelegram.github.io/) surge inúmeras pessoas com diferentes problemas pedindo ajuda. Sempre tentamos ajudar, mas percebo que poucas sabem como agir diante de um problema. Como fazer um troubleshooting para descobrir a causa e a solução de um problema? Pensando nisso, decidi escrever esse post com algumas dicas que aprendi durante o tempo que venho trabalhando com TI. Lembrando que não existe certo ou errado, essas dicas são apenas a forma que eu trabalho e pode existir diversas formas diferentes. Acredito que com o tempo você pode criar sua própria maneira de agir diante de um troubleshooting. Importante salientar também que não estou focando em nenhuma tecnologia, isso pode ajudar para qualquer problema.
  • Houve alguma mudança?
Pense na seguinte situação bem simples: uma VM parou de responder na rede de repente mesmo com ela ligada. Antes de iniciar qualquer verificação é importante pensar se houve alguma mudança que possa ter ocasionado isso. Eu posso dizer tranquilamente que em 95% dos casos um problema foi ocasionado por alguma mudança. As coisas não costumam parar de funcionar DO NADA, alguma mudança ocorreu. Então tente relembrar as últimas alterações, converse com a equipe e verifique se alguém fez algum tipo de alteração que tenha a ver com o seu problema. Muitas vezes você vai descobrir rapidamente o que ocasionou o seu problema e tudo vai ficar mais fácil de entender e resolver.
  • Logs são seus amigos, use-o.
Se um problema existe, alguma mensagem de erro tem que existir. Seja em texto, event viewer, mensagem na tela, sei lá. Alguma coisa tem que ser retornada se um erro existiu, portanto, antes de quebrar a cabeça veja os logs. Em muitos casos é lá que você vai encontrar a resposta ou ao menos uma dica do que está acontecendo. Muitas vezes eu já parei completamente um troubleshooting com um desenvolvedor porque a aplicação dele não gerava log e minha bola de cristal não estava funcionando naquele dia.
  • O Google é meu pastor e nada me faltará.
Ninguém sabe de tudo de cabeça. Na verdade, hoje em dia perder tempo decorando comandos ou erros é besteira. Uma simples Googlada e você tem a resposta para um erro. Portanto, use a abuse. Aprenda a pesquisar, utilize palavras chaves, utilize termos em inglês e não cole o erro inteiro no Google, use uma parte dele para que você possa encontrar situações parecidas com a sua. Pense sempre que você não deve ter sido o primeiro no mundo a receber aquele erro ou a enfrentar certo problema.
Não tem acesso a internet no PC? Você tem seu celular. Eu já cansei de fazer pesquisas pelo celular porque não estava próximo de um PC ou sem acesso à internet.
  • Desapegue do problema.
Às vezes estamos tão focados em resolver um problema que a resposta está na nossa cara mas não enxergamos. Foram inúmeras as vezes em que eu estava fazendo um troubleshooting e tinha esgotado todas as possibilidades, então resolvi dar um tempo para espairecer, voltei e resolvi em cinco minutos. Se isso for possível, dê um tempo pro seu cérebro processar as informações, se desligar desse problema e depois volte para tentar resolvê-lo.

 

Essas são as principais dicas que uso para resolver os problemas que enfrento no dia a dia. Isso é a minha fórmula de trabalhar, mas cada um tem uma forma pessoal de agir diante de um problema. Tem alguma dica? Deixe nos comentários!

 

Até breve!

 

One Comment